Voa Ganso

Paulo Henrique Ganso foi vaiado ontem na Vila Belmiro durante a derrota santista para o Palmeiras. Até aí tudo bem, até Pelé já deve ter jogado um jogo mal, mas não foi o caso, Ganso foi vaiado mais pelo que ocorre fora do campo do que por uma má atuação do grande jogador alvinegro.

A história é conhecida de todos, mas relembremo-na rapidamente. Na metade do ano passado, muitos vieram atrás de Neymar para levá-lo para a Europa e prontamente o Santos fez um grande projeto de plano de carreira aliado a marketing, e dessa maneira, com um projeto aparentemente sério e rentável conseguiu segurar a promessa de craque. Com menor volúpia Ganso também foi sondado, e sabendo que sua saída seria inevitável, o Santos, após solucionar o Caso Neymar, começou a tratar com Paulo Henrique.

Até aí tudo bem, tudo muito certo, mas no meio das negociações, Ganso se contundiu gravemente, rompeu o ligamento cruzado e ficou em tratamento durante 7 longos meses, para ele e para o nosso futebol. Nesse meio tempo, ao que tudo indica, as negociações foram deixadas de lado, assim como o próprio jogador. Como resultado de ter se sentido abandonado, Ganso tem claramente complicado as negociações, que retomaram com sua volta aos gramados, e repetidamente tem dito sobre sua vontade de defender um time europeu.

Esses fatos culminaram nas vaias de ontem, o que é compreensível, porém, no meu modo de ver, equivocado.

O Santos tem levado está história de maneira errada desde o seu princípio. Mesmo antes da contusão de PH, notícias que diziam bobagens, dizendo que Ganso queria o mesmo que Neymar, que ele tinha inveja, salpicavam no noticiário esportivo e nunca foram negadas pela direção do clube. Depois, é de uma falta de consideração, de um antiprofissionalismo tremendo suspenderem as negociações em virtude da contusão do jogador. Demonstrou dentre outras coisas, falta de confiança e de importância com o seu craque.

Agora, mais uma vez, o Santos vai à imprensa fazer queixas das ponderações de Ganso, como por exemplo o seu desejo de diminuir a multa contratual, e dessa maneira joga a torcida contra o meio campista.

O pedido de Ganso de redução no valor da multa é discutível, até não concordo, mas é muito mais consequência da insatisfação do jogador do que causa de alguma coisa. E mais, torná-la pública só denota a vontade da diretoria de pressionar a outra parte contratante.

Sobre o início das tratativas, os representantes de Ganso foram claros, e me convenceram quando disseram que ele não queria que pagassem o mesmo que Neymar, ou que qualquer outro jogador, e sim o que era justo ser pago ao Paulo Henrique, e cá entre nós, pouco não pode ser.

No meio disso tudo, os times europeus, como Milan e Inter começaram a ir atrás do jogador, ainda mais sabendo da vontade dele de sair, e esse assédio certamente mexeu com o craque, que já se sentia carente pela falta de atenção do seu time, o Santos.

Minha opinião quanto a ida de jogadores jovens para a Europa tem mudado durante o tempo, analisando cada situação em particular, vejo que não há um jeito certo de conduzir as coisas, seja liberando o jogador na primeira proposta, seja segurando-o quando ele dá sinais claros de que queira ir. O que sei é que Ganso está sem clima no Santos, e nesse caso ele tem que sair.

Ele não quer mais o Santos, se sentiu traído e inseguro na sua relação com o clube; o Santos, por tudo que mostrou, não faz tanta questão de tê-lo em seu elenco, pois se fizesse teria se empenhado mais; e agora a torcida também rechaça seu camisa 10.

Não é questão de defender um ou outro, agora não se trata mais de ver quem tem razão, para mim, é necessária a saída de Ganso do Santos, para que o futebol dele não se perca no meio desse turbilhão, e para que o Santos também não tenha um ex-futuro-craque em campo, sem jogar o que sabe, e sem ajudar a equipe como pode.

Dentre as opções que vi, eu se fosse Ganso iria para o Milan, o time está se acertando e carece de um jogador para aquela posição, mas é só por gosto mesmo, não há maiores motivos para eu “escolher” o Milan.

Seria engraçado, se não fosse triste, mas todos os temas que tratamos aqui ou em qualquer conversa de botequim que tenha como assunto futebol, culminamos com a triste conclusão que nossos dirigentes são amadores e ruins.

Mas indepentedemente de qualquer coisa, precisamos de uma camisa 10 é na seleção Brasileira, e para isso, Voa Ganso, vai para Europa, conquista o mundo e só volta em 2014 para levantar a Copa do Mundo.

Anúncios

0 Responses to “Voa Ganso”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s




Dois Toques

Lugar que um doido por esporte, principalmente futebol criou para escrever, ler, debater sobre tudo que seja relacionado ao esporte Bretão.

Twitter

  • Chega a ser agoniante o quanto concordo com Jerry Seinfield. Principalmente sobre coisas banais, e outras nem tanto. 1 week ago
  • Que várzea, meu Deus! Finalmente um juiz com competência (no sentido jurisdicional) proferiu uma decisão. 1 month ago
  • Ahahahahaahahahahahaahah. 1 month ago
  • Você já tentou lutar contra o sistema? Tente! Não pense no resultado, foque no caminho! É bom fazer o bem 3 months ago
  • Primeiro passo de uma longa e tortuosa maratona. Iremos até o fim twitter.com/leoroesler/sta… 3 months ago
Anúncios