Posts Tagged 'Brasil'

Marcelo e mais dez!

Marcelo.jpg (316×449)

É exagero eu sei, mas quem sabe de uma vez por todas o Mano se convence de que o cara é titular da seleção brasileira.

Vou falar só do jogo do Brasil, muitos me perguntaram o que eu achei de o Mano levar Dedé, Jeferson, Ralf, Oscar e os outros que são de times brasileiros e brigam por algo, mas isso eu acho que é um assunto para outro post.

Não, se você pensou, agora ele vai ter que elogiar a seleçã e o Mano, não será dessa vez. Houve melhora, isso é claro e o resultado mostra isso, mas o time ontem não fez um bom jogo, principalmente no primeiro tempo.

Acho que devemos comemorar a atuação do Jeferson, que repito, não é meu goleiro, mas foi decisivo no jogo de ontem, mais pela defesa na cabeçada do Chicharito do que no pênalti. Há que se celebrar a atuação do Hulk, que mesmo fora de posição, jogou muito bem, assim como Neymar (como sempre). Ronaldinho não foi mal, mas espero mais dele. E claro, Marcelo, além do golaço dominou aquela faixa do campo.

Não gostei do Daniel Alves, mais uma vez, e não pelo pênalti, que sinceramente eu não daria, mas vinha jogando mal e a expulsão foi ridícula. Estou me coçando, e farei a pergunta, assim como Hernanes, Dani Alves tomará uma geladeira da Seleção? Hmmm, acho que não hein?!?

E falando em Hernanes, o Mano não curte o cara mesmo né. Colocar ele 10 segundos antes de acabar o jogo é, como diria meu professor de Direito Previdenciário, “uma bruta duma sacanagem”. Tadinho do cara, alongo, aqueceu, entrou em campo e piiiiiiiiiiiiii, acabou o jogo.

Concluindo, houve evolução, o time melhorou, mas ainda está muito longe de algo bom.

Com tempo para treinar, podendo armar o time do jeito que eu gostaria, meu time seria muito ofensivo, marcaria lá em cima e faria os outros correrem para nos marcar. Seria assim a escalação: Fábio; Maicon, Thiago Silva, David Luiz e Marcelo; Hernanes, Anderson; Hulk, Ganso e Neymar; na frente Pato.

Com Maicon o time pode ter uma variação tática, mudando para três zagueiros com Marcelo e Hulk jogando como alas bem abertos e marcando lá em cima, enfim, acho que daria muito certo.

Como eu disse, esse time para encaixar precisa de tempo, pouca gente marcando então todos teriam que fechar muito bem os espaços, mas cá entre nós, quem teria que temer seriam os adversários. Lembra quando o Brasil era temido? Faz tempo, mas já foi assim.

Lugar de bandido é na cadeia

Presenciamos na última semana cenas de puro vandalismo, criminosos invadindo o CT do Corinthians para quebrar carros de funcionários do clube, e no final de semana torcedores do Palmeiras fazendo parecido em um edifício de São Paulo.

Não foi a primeira vez que isso aconteceu, xi, é coisa comuníssima no Brasil. Mas isso tem que acabar. Não dá, isso é um absurdo, isso não pode ser tratado na esfera esportiva, não estamos falando de crise em um clube de futebol, estamos falando da vida das pessoas, nos seus bens, fruto de seu trabalho. Isso é crime, não é protesto!

Eu sou advogado, e poucas coisas me irritam tanto, quanto a moda no Brasil de criar lei para dispor sobre coisas que já existem. E eu poderia citar inúmeras aqui, mas falaremos da que nos diz respeito. Há tempos se fala em criar uma lei contra torcidas organizadas, ou uma lei para punir a violência cometida por “torcedores” (sim as aspas fazem-se necessárias, pois quem torce de verdade não tem tempo para quebrar as coisas dos outros).

Mas essa lei já existe, e se chama CÓDIGO PENAL. Tudo que esses bandidos fazem está lá, crime de dano, de lesão corporal, homicídio, invasão de domicílio. Tudo isso está lá devidamente tipificado, com uma pena a ser aplicada no caso da condenação. Então não precisamos de lei, precisamos aplicar a existente. E quanto aos danos materiais,tem-se o CÓDIGO CIVIL e também está lá que causar dano a outrem é passível de indenização. O criminoso pode ser condenado não só à cadeia, como a indenizar todos aqueles que ele prejudicou, olha que beleza.

Esse assunto é velho porém atual, e não podemos nunca ficarmos quietos diante disto. É um dever de cidadão que somos, reivindicar que se cumpra a lei, e que se puna essa gente. Não posso cogitar levar minha irmã a um estádio de futebol, sabendo que posso sentar ao lado de uma pessoa que por um motivo torpe como uma derrota de seu time, venha a matar.

Será que as pessoas não entenderam ainda o que é o futebol? Será que esses imbecis não percebem que estão destruindo a sua vida e as das pessoas a sua volta? É inadmissível que todas as frustações de um homem sejam despejadas em um esporte, em um jogo. Precisamos educar esse povo com urgência, antes que seja tarde demais; se jã não for.

Não podemos aceitar isso! Deixo aqui meu protesto, e sempre que houver uma manifestação séria para coibir a violência nesse país podem contar com o meu apoio.

O futebol não perdoa

Essa foi a capa do Jornal Olé após a vitória argentina sobre o Brasil nas Olimpíadas de Pequim. Qual a capa de amanhã? A bola batendo no braço de Tiago Silva? Ou Douglas perdendo a bola de maneira ridícula e ficando parado observando Messi partir com a bola e fazer o gol da vitória?

Ah para né Mano, que Douglas o quê? Como coloquei no post de 29/10 “A convocação de Douglas não tem razão de existir também.”

Temos que entender que existe jogador que joga bem no clube, mas seleção brasileira é outra coisa. E erros como o de Douglas não podem ser cometidos em amistosos, no “rachão” ou na final da Copa do Mundo. Aos 46′ do segundo tempo, perder uma bola na intermediária de defesa para o Messi, “tás é doido”; e o pior, ficou parado vendo a jogada acontecer, só depois saiu atrás dela, para seleção brasileira, mostrou que não serve.

De resto não jogamos mal não, mas faltou algo, não fiquei satisfeito. Perder para a Argentina é duro. Agora é esperar para ver a capa de amanhã.