Posts Tagged 'Itália'

Para mim a culpa é do Dunga

Hoje perdemos uma das melhores opções para o meio de campo da Seleção Brasileira. Thiago Motta, de 28 anos, fará sua estreia pela Azzurra contra a Alemanha.

O título do post, é uma brincadeira, mas também uma referência a uma das maiores críticas que fiz à convocação do ex-técnico da seleção brasileira para a Copa do Mundo ano passado.

Thiago Motta, que começou no Juventus da Rua Javari e passou por clubes do calibre de Barcelona até chegar a Inter de Milão, era, na minha opinião, o melhor volante em atividade no primeiro semestre do ano passado. Mas foi preterido pelos vexatórios Gilberto Silva, Josué e Felipe Melo.

E mesmo continuando em excelente fase no time milanês, não sei por que, ainda não havia sido convocado por Mano Menezes, o que fez com que os italianos se aproveitassem de sua naturalização e o convocassem para esse amistoso.

Mano veio com um papinho de ser contra naturalização, que se Motta preferiu jogar pela seleção italiana ele que fizesse o que bem entendesse, mas calma aí, as coisas não são bem assim.

Faremos uma conta simples, o jogador tem 28 anos, a última chance de disputar uma Copa do Mundo para ele seria a próxima, aqui no Brasil, com 31 ou 32 anos, se o técnico da seleção não acena com possibilidade de chamá-lo, ele aceitou o que lhe foi oferecido. Se o Mano tivesse a vontade de convocá-lo, era só pegar o telefone e falar: “Querido se fores não tens volta, estou pensando em te chamar mais para frente, e aí o que me dizes?” Certamente essa conversa não houve e o jogador aceitou jogar pela Squadra Azzurra.

Não sou um fã de jogadores naturalizados, e acho feio quando uma seleção se descaracteriza, perde sua identidade esportiva com jogadores com cultura futebolística totalmente diferente daquela praticada no país. Mas tento me colocar no lugar do jogador e compreendo a opção.

E mais, falando em cultura futebolística nacional, há quanto tempo nós não nos sentimos “traídos” pelo futebol apresentado por nossa seleção? Faz pelo menos 5 anos que nossa seleção não joga futebol brasileiro.

Naturalização de jogadores é tema para um blog inteiro, não só para um post, graças aos inúmeros desdobramentos que essa situação acarreta, mas a de Thiago Motta tem um agravante que tem que ser ressaltado.

A FIFA no ímpeto de favorecer seleções tradicionais como a italiana, por vezes rasga seus regulamentos e resoluções, o que aconteceu no presente caso. Como vi publicado no twitter do Leonardo Bertozzi (@lbertozzi), Thiago já havia sido convocado pela seleção principal brasileira e até disputado dois jogos em um torneio na América do Norte.

O Brasil na época levou para o torneio uma seleção “sub algo”, mas por opção do nosso treinador, o campeonato era profissional. A regra, já muito flexibilizada, da FIFA prevê que um jogador pode participar de competições de categoria de base por uma seleção e depois jogar por outra. Mas não foi o que aconteceu, Motta jogou pela seleção principal brasileira. Polêmico não?

Como eu disse anteriormente, esse assunto tem desdobramentos infinitos, mas que serão assuntos, com certeza, para postagens futuras. O que nos interessa hoje é ver pela TV um enorme reforço para o nosso escrete vestindo a camisa italiana e dando adeus a essa possibilidade.

Perde a Seleção Brasileira, e tudo por causa do Dunga…

Tudo Azul em Londres e Roma

Vamos falar um pouco também de futebol europeu que é bom demais. Bom como o jogo hoje entre Chelsea e Arsenal, que começou a ser decidido numa bela jogada de Ramires, aquele que se salvou da seleção do Dunga, e foi consolidada com um golaço, mas um golaço mesmo de falta de Alex em dia de Roberto Carlos. Foi um belo jogo, muito bem disputado, mas a ausência do campeão mundial Cesc Fábregas no meio de campo do Arsenal fez grande parte da diferença do jogo. O Chelsea assim conseguiu abrir um pouquinho mais a distância em relação ao Manchester United que não saiu de um empate no sábado. O time que já era muito bem organizado antes, com a chegada de jogadores como Ramires e com Ancelotti, cresce ainda mais em compactação e mesmo estando muito no começo do Campeonato, é sim o time a ser batido.

Mas não é só na Inglaterra que está tudo azul não, na Itália, a surpreendente Lazio assumiu a ponta isolada nessa rodada após vencer o Brescia por 1×0 e ver a Inter não sair do zero contra a Juve em Milão. Não pude assistir o jogo da equipe romana, mas por tudo que li, Hernanes, o profeta, jogou muito de novo e fez a jogada que originou no único gol da peleja anotado por Mauri. Já o clássico de Milão acompanhei inteiro, e fiquei feliz em ver a atuação da Juventus que parece estar encontrando seu futebol. O time marcou muito bem a equipe milanesa e não merecia mesmo sair perdendo. Eto’o jogou muita bola novamente, mas Milito que entrou ainda no primeiro tempo demonstra não estar na sua melhor forma. Teve ainda um lance bem polêmico, um pênalti sofrido por Sneijder não marcado pelo juiz.

Então, após esse domingo de eleição e sem futebol no Brasil, na Itália e na Inglaterra acabou tudo azul.


Dois Toques

Lugar que um doido por esporte, principalmente futebol criou para escrever, ler, debater sobre tudo que seja relacionado ao esporte Bretão.

Twitter